terça-feira, 26 de março de 2013

Paris Vermelha: Espanha Vence França E Assume Liderança

Paris recebeu o jogo mais aguardado nessa rodada pelas Eliminatórias Européias para a Copa do Mundo 2014. Pelo grupo I, líder e vice-líder em campo. Jogando em casa, a França teve alguns momentos interessantes na partida, e mais no embalo de Ribèry do que da própria torcida, esteve perto de abrir o placar no Stade de France. Não conseguiu aproveitar as oportunidades. Um luxo que, diante da Espanha, pode mandar qualquer chance de sucesso para o lixo. Resultado final: 1a0 para a envolvente seleção hispânico-catalã, que mais uma vez soube impôr seu estilo de jogo e proporcionar momentos de prazer aos amantes de um futebol jogado com toque de bola pelo chão. É a Fúria, nova líder no grupo I e cada vez mais perto do Mundial. Do bimundial.

Em resumo, alguns personagens precisam ser destacados nessa partida. O goleiro Valdés, com pelo menos três belas intervenções, foi fundamental para a manutenção de um zero no placar. Pedro, participativo como quase sempre, responsável direto pelo algarismo diferente de zero no marcador: não apenas completou para a rede como iniciou a jogada que teve a assistência de Nacho Monreal, aos doze minutos do segundo tempo. O gol saiu num momento em que realmente dava pinta de que aconteceria. Pouco antes, havíamos colocado no Tuíter a seguinte publicação


Busquets, Xavi e Iniesta, a trinca barcelonista no meio-campo, também foi de uma relevância tremenda na construção do resultado. Del Bosque, após ver o time em vantagem na contagem de gols, trouxe Navas para o lugar de Villa, aumentando a mobilidade de uma seleção que já era dinâmica. E, após ver o time em vantagem na contagem de jogadores (Pogba foi expulso com dois amarelos sequenciais), manteve o time com postura semelhante a de antes do cartão vermelho. Pelo lado francês, Ribèry atuou muito bem e Matuidi também teve momentos interessantes, além de Lloris, que evitou pelo menos um novo gol espanhol. A troca de Benzema por Sissoko foi acertada por parte de Deschamps. Ou, se não foi, pelo menos os Azuis reagiram bem e por pouco não alcançaram a igualdade.

Daqui para a frente, cada uma dessas seleções tem três partidas por realizar. Analisando a tabela, a vantagem de um ponto da Espanha deve ser o suficiente para confirmar o primeiro lugar aos atuais campeões mundiais, que jogam com Finlândia (fora de casa, jogo que deve ser o mais complicado de todos os restantes), Bielorrússia e Geórgia (ambos em casa). Ja a França, que pega os mesmos adversários que os espanhóis só que invertendo o mando de campo, tem até alguma chance de retomar a liderança, como também é possível que aconteça uma grande surpresa e sequer chegue na repescagem. Mas o cenário mais provável é que os franceses joguem a repescagem mesmo. O que não é nenhuma vergonha, até porque a líder é ninguém menos do que a melhor seleção do planeta.

3 comentários:

  1. http://britfoot.blogspot.com/2013/03/bolao-da-premier-league-30-e-3103-e-0104.html

    ResponderExcluir
  2. raypovoa.blosgpot.com

    Blog "Abre Aspas"

    ResponderExcluir
  3. http://britfoot.blogspot.com/2013/04/bolao-da-premier-league-6-7-e-804.html

    Eduardo, se tiver Facebook, me adicione: fb.com/kaiquepedaes

    ResponderExcluir